Cálculos para elevação de uma antena

Cálculos para elevação de uma antena

Cadastre-se e receba as novas postagens por E-mail:

2000 usuários cadastrados

Todas as vezes que usamos inclinômetros no apontamento de antenas, devemos realizar um simples cálculo para chegarmos ao número desejado no inclinômetro. Pois como dito em outras postagens, os resultados dos cálculos oferecidos por diversos sites na internet, se referem a inclinação do feixe eletromagnético.

Dessa forma, um usuário que sempre contribui no site, questionou a veracidade desse cálculo. Em um primeiro momento, não havia entendido o real questionamento. Posteriormente, em um novo comentário consegui realizar algumas observações. Onde este afirma que em uma antena offset de 60 cm, devemos reduzir ±22º e não adicionar como faço no cálculo.

Assim, venho trazer a explicação para a utilização deste cálculo, com base no apontamento que realizo em minha casa, em uma antena banda C 70ºW (Focal) e outra banda Ku 70ºW(Offset – 60cm). Onde o cálculo é adicionado um valor positivo de 22º. Mas deixo claro que utilizo a base magnética presa a antena, onde em minha situação na horizontal, esta marca 0º.

1) Antena parabólica 60cm Ku

Elevação Ku 60cm offset
Elevação Ku 60cm offset

Percebam que o inclinômetro esta atrás de uma antena parabólica banda Ku de 60cm offset, apontada para o satélite 70ºW, marcando 62º no inclinômetro. Como já dito em outras postagens, este não é o local mais recomendado para realizarmos o uso do inclinômetro, pois não temos uma base regular. Mas como é apenas exemplo, não irá fazer nenhuma diferença.

2) Antena parabólica 220cm banda C

Elevação banda C
Elevação banda C

A imagem mostra uma elevação de uma parábola banda C focal point de 220 cm, apontada para o satélite 70ªW, marcando 40º de elevação no inclinômetro.

Para realizarmos o cálculo de uma antena Focal Point, devemos pegar o ângulo de elevação do Feixe e retirarmos de 90°.

Na situação dada acima, o valor do feixe é 50º. Dessa forma teríamos o seguinte cálculo:

90 – 50 = 40º no inclinômetro atrás da antena Focal point.

No caso de um antena Offset, deveríamos realizar o mesmo cálculo acima e adicionarmos ±22º.

90 – 50 + 22 = 62º no inclinômetro atrás/frente da antena offset.

Ângulos de elevação
Ângulos de elevação

Percebam na imagem, onde mostro claramente os ângulos dos cálculos. Todos são referentes ao uso do inclinômetro na parte posterior do prato na antena. Veja que o  ângulo do feixe sempre será o mesmo (50º), retornando em uma antena focal 40º e na antena de 60cm offset 62º. Na parte branca é mostrado os ângulos do inclinômetro.

Em relação a última pergunta: Qual delas fica mais elevada? Com certeza, a focal point. E sendo assim, então o cálculo para off set é: elevação da antena focal menos 22 graus.

Analisando a situação dada na imagem, a antena offset terá uma elevação maior, pois o prato em sua parte superior será mais elevado. Mas se analisarmos o LNB, este será mais baixo.

Já em relação a maneira que observo o ângulo do inclinômetro na antena, a offset possui nesta situação 22º a mais que a antena Focal point. Assim o cálculo mostrado pelo usuário seria: 50 – 22 = 28 | 90 – 28 = 62º.

Se eu analisar dessa forma, posso concluir que irão chegar aos mesmos resultados. A diferença é que eu tento buscar o focal point e adiciono a diferença entre as antenas. Já ele, encontra o valor que sobra desta diferença, para encontrar o a elevação do inclinômetro. Mas no final, acredito que tudo é questão de analise do ângulo que irá utilizar para chegar em um determinado resultado.

Já outra analise que posso fazer e que possa vir acontecer, é o disco angular de nossos inclinômetros estarem com valores diferentes. Pois a minha base magnética marca 0º na horizontal. Se a dele marca 90º, o cálculo seria o valor do feixe, menos o ângulo 22º da antena especifica.

50º – 22º = 28º

Até hoje nunca vivenciei a situação citada no cálculo acima, mas acredito que ela possa ocorrer, pois basta girar o disco que possui os ângulos, ou colocar o inclinômetro lateralmente a base magnética. Se isso acontecer, fica a dica para esclarecer as dúvidas de várias pessoas.

Conclusão

Podemos concluir que existem maneiras diferentes para realizarmos o mesmo cálculo. No entanto o resultado sempre será o mesmo, tanto para Banda C, quanto para Banda Ku.

5 comentários em “Cálculos para elevação de uma antena

  1. Caro

    Interessante as tuas abordagens e exemplos. Cheguei à conclusão que o amigo utiliza uma referência para o cálculo e eu utilizo outra, apenas isto.
    O meu raciocínio é este: entro no site dishpointer, por exemplo e insiro meu cep, 30626-XXX e seleciono o satélite, por exemplo, Intelsat 11, 43w. O resultado indica elevação 66,2 graus. Continuando o meu raciocínio, retiro os 22 graus do off set e chego a 46,2 graus de elevação. Coloco o inclinometro no suporte do lnbf, na parte traseira da antena, onde o suporte traça uma linha reta paralela ao prato, e ajusto para o valor citado. Como o ajuste do skew, utilizando o mesmo inclinometro já foi feito, só resta girar a antena suavemente e encontrar o sinal.
    O fato do inclinometro marcar 90, isto se dá quando o mesmo, é colocado no mastro da antena com o lado imantado sendo o ponto de contato com o mastro.
    O fato dele marcar 0 graus ou 90 graus, é para nós, irrelevante, pois sabemos de antemão, que basta efetuar leitura direta num sentido e efetuar a leitura deduzindo os 90 graus, na outra situação.
    Uma outra opção de local para colocar o lnfb já foi por mim testada e funciona e dá o mesmo resultado. Trata-se de colocar uma régua, de preferencia metálica, no sentido vertical, do alto a baixo da antena, na frente do prato, e colocar o inclinometro nesta régua.

    Grato.

    PS: sugestão de pauta. Como efetuar o ajuste de skew do lnbf, seja banda ku ou banda C.

    • Admin says:

      Boa noite Genário. Está anotado suas sugestões. Meu único problema são minhas câmeras com defeito. Mas assim que possível, irei escrever para discutirmos a respeito… ATT

  2. Júlio César says:

    Eu penso uma coisa, isso acrescenta mais o conhecimento. Essas discussões são ótimas, pois somam muito. Hoje está um pouco melhor, pois no passado o que tínhamos de pessoas egoístas, não estava no gibi. Os dois estão de parabéns.

Deixe uma resposta