Como usar o inclinômetro em antenas Offset?

Nesta postagem iremos aprender a usar o inclinômetro em uma antena parabólica offset. Mas antes recomendo a leitura de algumas postagens que remetem tudo o que foi falado até o momento sobre inclinômetro.

Como usar o inclinômetro em antenas Offset?

Para usarmos o inclinômetro em uma antena offset, temos que levar em considerações alguns pontos, pois esse tipo de antena não possuí o LNB no centro, fazendo com que nosso refletor tenha outro ângulo de inclinação. De acordo com a marca e modelo, temos que realizar uma compensação na elevação do refletor da antena. Esse valor fica entre ±22º e ±30º.
Para usarmos um inclinômetro em uma antena offset, devemos primeiro buscar o valor da elevação do feixe eletromagnético. Esse valor pode ser obtido em nosso próprio site, onde você deve digitar sua localização e escolher o satélite que deseja fazer a busca.
Após obter a elevação, devemos fazer um simples cálculo, pois como foi explicado em outra postagem, esse valor obtido se refere a elevação do sinal que chega na antena em relação ao horizontal do local.
Inclinômetro em antena offset
Cálculo para inclinação do refletor em antenas offset.

Como vocês podem ver na imagem acima, o cálculo é bastante simples, basta subtrair o valor de inclinação do feixe, que é encontrado em nosso próprio site e depois somar com o valor de compensação da antena. Este valor irá depender do tamanho da antena. Uma antena de 60cm, deve ter em torno de 22º, uma antena de 90cm em torno de 24º, mas estes valores podem ser superiores ou inferiores.

Cálculo antena 60cm:
90 – 50 + 22 = 62º
Inclinação em antena offset de 60cm
Inclinação do refletor em uma antena de 60cm.
Após obter o cálculo, coloque o inclinômetro na antena, onde ele consiga ficar em uma linha paralela a abertura do refletor (imagem amarela). Como podemos ver na imagem acima, basta adicionar uma barra na abertura do refletor e verificar os graus no inclinômetro. Ainda podemos usar o inclinômetro atrás da antena ou dentro do refletor.
Nivelar antena offset com uma linha ou com o inclinômetro.
Temos que levar em consideração se a antena possuí alguma inclinação no pedestal, pois esta inclinação irá modificar o valor no inclinômetro em alguns graus.
Antena invertida offset
Antena invertida offset.
Por fim, temos que verificar se o resultado do cálculo se aproxima de 90º, pois as antenas não conseguem fazer esse tipo de inclinação. Assim, a antena offset pode ser usada de forma invertida, ou fazendo algum tipo de adaptação.

7 comentários em “Como usar o inclinômetro em antenas Offset?

  1. Caro

    Gostaria de entender melhor a tua maneira de calcular sobre a elevação da antena off set. Pelo que leio e utilizo, o cálculo é feito de maneira diferente. Observamos que o Inclinometro, quando utilizado com o lado imantado, ao ser colocado numa superfície aprumada ou seja em zero graus, ele mostra 90 garus. Isto se deve à maneira que o disco escalar foi colado nele, apenas isto. Com o lado imantado colocado sobre a superfície no prumo, se elevarmos a superfície em 10 graus, notaremos que o inclinometro marcará na sua escala 80 garus, que é exatamente a diferença entre os 90 que ele marcava e os 10 que elevamos. E assim por diante. Se elevarmos mais 10, ele marcará 80 e assim sucessivamente.
    Então, a fórmula de calcular a elevação de uma antena off set é esta: subtrair o off set do valor encontrado no dishipointer, já que este informa o valor para antenas focal point. Exemplo: starone C2 em Belo Horizonte, elevação 52. Subtraindo o valor de off set que é 22 para antenas de 60 cmts, temos então o valor de 30 graus de elevação da antena. Basta elevar até este valor, que no caso do inclinometro com o lado imantado será em 60 graus. Porque 60 mais os 30 garus desejados é igual a 90, que era a marcação inicial dele.
    Por favor, faça este cálculo e verifique vc mesmo que esta é a maneira correta de calcular.
    Ou, utilizar o Inclinometro com o lado sem ímã, apoiado na superficie, porque neste lado a escala irá marcar zero graus na superfície aprumada e a escala será gradativa ao elevarmos a antena ou a supefície onde o inclinometro estiver apoiado.

    Grato
    Genario

  2. Boa tarde Genário… Aqui em minha casa eu tenho impresso diversos cálculos como azimute verdadeiro, magnético, LNB skew, Elevação, entre outras dezenas.
    Mas quando utilizava o cálculo de elevação, sempre retornava um valor contrário do que eu precisava. Dessa forma, muitos diziam que em uma antena focal, você tem que pegar o valor encontrado em sites como dishpointer, e subtrair por 90.
    Até então, não compreendia o porque. Mas um dia buscando em um site inglês, encontrei a resposta, onde o valor encontrado no Inclinômetro, não é o valor que buscamos, pois este valor é referente ao prato da antena. Já o valor retornado pelo dishpointer, se refere a elevação do feixe eletromagnético (Como você pode ver na segunda imagem, onde temos 50º). Dessa forma, a antena sempre retorna o ângulo acima do feixe. Se no caso foi 50º no dishpointer, eu terei que retirar 90 – 50 = 40. Assim encontro o valor do inclinômetro na antena.
    Como não é focal point, tenho que adicionar 22º para antenas de 60cm, dessa forma terei 62º utilizando o inclinômetro atrás ou dentro da antena.
    Outro ponto importante a se destacar, é o fato de mantermos o mastro da antena em posição vertical, se colocado um inclinômetro, este valor será de 90º, mas um barbante resolve este problema, como mostrado em uma imagem acima.
    Agora resolvendo a sua situação: 52º (Feixe eletro magnético), pensando em um ângulo reto (90º), o inclinômetro atrás do prato ou na frente do mesmo, irá mostrar o ângulo que sobrou desse ângulo reto (52° + 38º = 90º). Dessa forma eu calcularia assim (90º – 52º = 38°). Esse valor de 38º, poderia ser utilizado em uma antena Focal point. Mas como é offset, o LNB não fica no centro, no caso de antenas de 60cm, adicionamos 22º. E finalmente teríamos o valor 90 – 52 + 22 = 60º…
    ATT

  3. Caro

    Lamento, mas, mais uma vez, o teu cálculo está errado. A elevação 52 do exemplo acima é a indicada para antenas focal point. E a minha afirmativa é: antena off set é MENOS 22 graus e jamais MAIS 22 graus. Lembre-se que o feixe da antena off set é deslocado para baixo e para compensar estes 22 graus, a antena tem que ser elevada em menos 22 graus. Elementar isto.
    Aponte uma antena focal point para o C2 por exemplo e meça a elevação. Depois, aponte outra, desta vez, off set e me responda. Qual delas fica mais elevada? Com certeza, a focal point. E sendo assim, então o cálculo para off set é: elevação da antena focal menos 22 graus. Simples assim.
    Parabéns pelas excelentes abordagens.

  4. Boa noite Genário… Através desse comentário, acredito ter compreendido melhor o primeiro comentário. Eu decidi realizar uma postagem a respeito, espero que visite e deixe um comentário para chegarmos a um acordo, se realmente entendi o primeiro comentário. Pois acredito que a base com ângulos dos nossos inclinômetros estejam com valores invertidos.
    http://www.antenado.fefico.com/2016/02/calculos-para-elevacao-de-uma-antena.html
    ATT

  5. Caro

    O Inclinometro que utilizo, comprado no ML, é destes comuns, e quando tu encosta a parte imantada dele no tubo da antena, estando o mesmo no prumo correto, ele marca 90 graus. Claro, que se utilizarmos o lado sem ímã, ele marcaria zero graus.
    Acontece que utilizar o lado imantado é melhor, pela comodidade dele se auto fixar na superfície metálica, certo? só que aí, acontece algo que deve ser levado em conta. Quando elevamos a antena em 10 graus, ele, que estava em 90 graus, cai para 80 graus, ou seja, a leitura é a diferença entre os 90 iniciais e os 80 atuais.
    Como a elevação, no exemplo citado por mim, para BH, do Starone C2 é de 52 graus, diminuindo os 22 graus do off set da antena, teríamos então que elevar a antena até 30 graus, que na escala do Inclinometro corresponde a 60 graus. ( 90-60=30)
    Experimente apontar a antena e utilizar este valor…este é exato.

    Mais uma vez, reitero meu prazer me poder participar de assuntos tão interessantes para nós, hobbystas.

    Sugestão: apontamento para satélites circulares, placa de teflon, tubo alongador, pedra, vidro, etc.

    • Admin says:

      Olá Marcelo, não tenho experiências com este tipo de apontamento, mas assim que possível irei realizar testes e ver qual o resultado, para posteriormente postar no blog.

Deixe uma resposta