TP válido

TP válido

Em um apontamento de antenas, sempre nos preocupamos com os valores do azimute magnético, da elevação e do LNB SKEW. Mas com todos estes ajustados “corretamente”, não temos nenhum sinal no localizador de satélites ou receptor. Este será o tema desta postagem, será mesmo que estes são os pontos chaves do apontamento de antenas?

Como vocês devem saber, temos uma base de “giros” que é a seguinte:

1º) Azimute magnético com a bússola (360º).

2º) Elevação com o uso do inclinômetro (90º).

3º) LNB SKEW com os valores marcados no LNBF ou suporte do mesmo na antena (-90º a +90º).

Mas nos último tempos, percebi que existe um “quarto fator”, que influência mais do que qualquer um dos 3 citados acima. Pois não adianta realizarmos todos os giros corretamente, se não tivermos um TP válido no localizador ou receptor.

Há mais ou menos 1 mês atrás, realizei um apontamento para Star One C2 (70ºW) na banda ku, que é um dos satélites mais fáceis de apontar. Por minutos não consegui encontrar o satélite, girava para um lado, para o outro e nada. Foi então que percebi, das 14 TPs que estavam adicionadas há anos no localizador de satélites, apenas uma era válida.

Cadastre-se e receba as novas postagens por E-mail:

2000 usuários cadastrados

Isso não foi um fato isolado, e sim, venho percebendo há anos. Pois sempre que irei apontar uma antena, o mais difícil é descobrir qual Tp que é válido entre todos os adicionados. Outro exemplo ocorreu ontem (02/04/2016), onde não encontrava o C1 e o C3 em um kit carona para banda C. Apenas consegui encontrá-los, após descobrir que todas as TPs que havia adicionado, ou não estavam funcionando, ou estavam com sinal muito fraco.

A pergunta que fica é: Onde encontrar Tps válidos?

Como eu citei em outras postagens, os melhores locais são em sites voltados para isso. Mas a grande maioria atualiza os TPs através dos usuários. Não é uma atualização frequente e periódica, com isso temos grande parte dos  TPs inválidos, sendo quase que impossível encontrarmos algum válido.

Por isso, que o apontamento de antenas se torna difícil, pois não sabemos qual TP irá funcionar em determinado satélite. Em meus apontamentos, posso garantir que mais de 70% das dificuldades encontradas, se referem a TPs inválidos.

Conclusão

Podemos concluir que não existe uma solução definitiva, mas podemos amenizar esta situação atualizando com frequência nossas TPs e memorizando os mais fortes nos satélites que deseja apontar. Mas, em alguns dias , meses ou anos, este TP pode se tornar inválido. Por isso, sempre que verificar uma dificuldade, altere o Tp e refaça a busca.

Deixe uma resposta