Trilho para kit carona na banda C

Trilho para kit carona na banda C

Cadastre-se e receba as novas postagens por E-mail:

2000 usuários cadastrados

Muitos antenistas e satentusiastas se utilizam de trilhos para adicionar mais de um LNBF em uma antena. O conjunto todo, é chamado de Kit carona.

Mas, como mostrado na postagem acima, devemos levar em considerações alguns detalhes durante a compra ou fabricação artesanal de nossos trilhos. O primeiro de todos, são os metais utilizados. Eu particularmente prefiro algo que não venha a enferrujar, pois o ferrugem estraga o trilho e as outras peças do kit carona.

Para isso, recomendo a utilização de alumínio, pois não enferruja e é leve. Mas, como não sou perfeito, eu utilizo principalmente “ferro chato” para construir meus trilhos. Pois é mais “barato”, mais resistente e mais fácil de encontrar (Tenho barras em casa). Obviamente que devemos passar uma camada de zarcão e depois tinta apropriada. Como os meus trilhos são feitos por um “soldador”, este faz todo o procedimento de solta e pintura, levando pouco tempo e cobrando um preço justo.

Quando falamos de trilhos para a banda C, existem alguns pontos interessantes, pois eu consigo detectar 2 trilho distintos. O primeiro com uma passagem no meio, semelhante ao trilho de trem de ferro, e o segundo feito de “barra chata”.

A primeira opção, no qual tenho em minha casa,  é mais apropriada para o uso com disco de LNBF. Onde você terá que fazer alguns cortes no mesmo, caso a distância dos satélites sejam pequenas. Mas, é possível utilizá-lo com suportes para LNBF, diferenciados.

Trilho para disco de LNBF
Trilho para disco de LNBF

Este trilho da imagem acima, teve que ser ajustado, pois a “bengala” foi adaptada. A imagem acima é anterior ao ajuste do trilho. Com isso, existe uma inclinação, onde não consegui obter os satélites em linha, como é mostrado na imagem abaixo.

Fora isso, o que podemos corrigir é o tamanho deste trilho, pois como podemos ver, ele é imenso. Obviamente, por ter uma antena de 3 metros, eu conseguiria adicionar diversos “satélites”. Mas, o trilho ficou muito grande, onde poderia reduzi-lo pela metade, e alcançaria uma distância grande de satélites do primeiro ao último LNBF.

Por fim, o melhor trilho para fazermos, pois dificilmente iremos encontrar para venda, é o que utiliza uma barra chata. É uma barra com aspecto retangular, com 2 furos para os parafusos. O grande problema deste, é que ele não é feito para disco de LNBF, a menos que faça adaptações.

Trilho com barra chata
Trilho com barra chata

Percebam na imagem acima que os suportes para LNBF são adaptados a correrem sobre o trilho. Não existe a anexação com parafusos em seu meio, como os que utilizam de discos.

Eu particularmente prefiro este tipo de trilho para banda C, pois além de ser de fácil construção, os suportes dos LNBFs são mais flexíveis, comparados os que utilizam discos.

*Lembro que existem Kits caronas que não se utilizam de trilho.

Conclusão

Podemos concluir que você pode fazer escolhas durante a compra ou produção de seu trilho para kit carona, e isso poderá influenciar no tempo de duração e apontamento de suas antenas na banda C.

Deixe uma resposta